01/04/2013

Resenha: Ponte para Terabítia

Ponte para Terabítia, de Katherine Paterson
Páginas: 160 | Editora: Salamandra
Compre: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura
Eu não sei como escrever sobre esse livro... eu não sei. Desculpem-me, mas eu não vou conseguir fazer jus a ele, nenhum elogio será suficiente para passar a beleza dessa estória. Se você conhece, sabe do que estou falando. Eu tenho medo até de falar demais e estragar a experiência de vocês e eu realmente não quero fazer isso. Se você ainda não conhece a Ponte para Terabítia, por favor, opte por ler o livro antes de ver o filme, pois a surpresa dessa leitura é incomparável. Eu mal consigo pensar em como começar a resumir um pouco dessa estória pra vocês sem que eu estrague o final de tudo, mas eu estou disposta a tentar. A resenha pode sair meio torta, meio sem jeito, meio atrapalhada, mas eu prometo pra você que se você pegar essas 160 páginas pra ler, você não vai se arrepender... pode até pensar que sim no começo, no meio... mas no final você terá a certeza que teve sorte de ter lido esse livro. 

Jess Aarons tem 10 anos e está indo para a 5º série. Ele tem acordado cedo todos os dias nas férias para treinar, pois ele quer ser o garoto mais rápido da sua escola, ele quer ser o campeão da corrida da hora do recreio e ver a cara de Gary Fulcher quando ele conseguir isso. Jess mora em uma casa humilde no campo e é o único filho homem, suas 4 irmãs estão sempre enchendo o saco dele e fugindo dos compromissos da casa, é ele quem sempre tem de tirar o leite da vaca Miss Bessie. Uma de suas irmãs, a mais nova, May Belle, está sempre atrás dele e apesar de ele não aturá-la, Jess a ama e cuida dela. Sempre com o foco de ser o campeão da corrida da Escola Primária do Córrego da Cotovia, Jess Aarons se depara com sua nova vizinha, uma garota de sua idade, chamada Leslie Burke que ao contrário das outras meninas usa calça e shorts. Na volta às aulas Leslie fica atrás dele e até decide competir com os outros meninos na corrida e acaba ganhando. Jess fica furioso por não ter ganhado de uma menina, mas feliz por que Gary Fulcher também perdeu. 

Mesmo se recusando em nutrir uma amizade por essa estranha menina, Jess e Leslie se tornam melhores amigos e encontram um lugar secreto depois do riacho e fingem que lá é o Reino de Terabítia, onde eles são rei e rainha. Desse modo eles sobrevivem aos valentões da escola, aos problemas familiares e se unem cada vez mais em um lugar mágico, só deles, onde eles são os melhores, em uma bolha de magia que a vida diária não consegue perfurar. 

O livro é dedicado ao público infantil, mas nem se percebe, a escrita é simples e cativante, com um ritmo leve que te deixa preso aos personagens de uma forma encantadora. Muitas vezes me vi com água nos olhos em perceber a simplicidade da vida de Jess em relação à Leslie, enquanto ela é filha de pais escritores que tem dinheiro à vontade, mas só foram para o campo para repensarem a vida e apreciarem as coisas simples, Jess não tem dinheiro nem para comprar um bloquinho simples de papéis para desenhar, que é o seu maior hobby. Todas as vezes que ele mantinha a cabeça baixa e dizia aos maiores: “Sim, senhor” ou “Não, senhora”, eu morria de dó de imaginá-lo. A pobreza não parece o incomodar, pois é o que ele conhece desde pequeno, para ele é assim que a vida é. Isso me entristece. 

Ponte para Terabítia pode parecer aos seus olhos, agora, um simples livro de criança com começo, meio e fim previsíveis, mas não é. Não digo porque, se não estrago a magia que senti por ler sem ter esperado absolutamente nada pois nunca tinha ouvido falar muito sobre o enredo. O que digo é que a autora Katherine Paterson foi muito corajosa em escrever esse livro, em trazer tamanha nobreza em ares tão simples, eu acho que isso é magia, eu acho que Ponte para Terabítia me fez, finalmente, acreditar em magia de verdade.

15 comentários:

  1. MEU DEU COMO ASSIM? EU NÃO SABIA QUE EXISTIA O LIVRO! '-' SÉRIO EU ASSISTI O FILME QUANDO TINHA UNS 11 ANOS OU 10, NÃO SEI E NÃO SABIA DA EXISTÊNCIA DO LIVRO! COMO PODE ISSO? MEU PAI ACABOU DE CHEGAR E DISSE QUE ELE SABIA DO LIVRO! COMO PODE EU NÃO SABER? VOU CORRENDO IR COMPRAR! EU AMEI O FILME! QUERO MUITO LER O LIVRO AGORA!
    AMEI A RESENHA! (:
    Beijocas,
    Cindy, DramatizandoLivros .blogspot.com (visite o blog, te espero por lá!)

    ResponderExcluir
  2. Olá Ágata,

    Já assisti ao filme e gostei muito, tocante e profundo, com uma simplicidade enganosa. Uma ótima história sobre amizade. Não sabia que existia o livro, fiquei com vontade de lê-lo.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Ágata, eu vi o filme há alguns anos e ele é de destroçar até o mais duro dos corações! Na época não sabia que era baseado em um livro, quando soube fiquei louco pra ler - e ainda não consegui tê-lo em mãos. Adorei a resenha - quando o livro nos agrada e mexe tanto com a gente fica mesmo muito difícil falar sobre ele! - agora torço para poder lê-lo em breve.

    Dois abraços.

    ResponderExcluir
  4. Não vai dar para seguir seu conselho e ler antes de assistir o filme, pois já o vi e não foi uma vez só. Rs com toda certeza é uma história encantadora e com um final que dá uma lição sobre a vida para qualquer um, não importa a idade que tenha.

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus, o filme é absolutamente maravilhoso e, pelo o que você tá dizendo, o livro deve ser isso multiplicado por várias vezes! Quero muito lê-lo, pois foi uma história que mexeu bastante comigo quando eu assisti o filme! <3


    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí

    ResponderExcluir
  6. Acabei de reler ele. Tambem acho que nenhum elogio pode sintetizar a grandeza dele. Ponte para terabitia é um dos melhores livros da minha vida.
    Beijos, ameamai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ágata!
    Tipo, eu já vi o filmes um monte de vezes, e sempre choro no final. Acho muito triste e muito tocante. Tenho ciência de que muitos tópicos do livro ficaram de fora do filme, no entanto, ainda assim, é uma graça. Lembro da minha professora de Redação, quando o filme lançou nos cinemas, dizendo pra mim e pros meus amigos na frente da sala: "Eu fui ver porque parecia fofo, mas a menina morreu e eu fiquei traumatizada!".
    Aliás, parabéns pelas resenhas, eu as amo!
    Beijão!
    Love, Nina.
    http://omundocoloridodanina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. adoro filmes e gostei dessa ideia de filmes que você quer assistir até o final do ano :DD

    adoro livros com esse conceito, infantil mas com algo a mais pra mostrar pra gente :D
    não conhecia o livro, mas já adorei a capa e a sinopse, a sua resenha é demais *-*
    fiquei com vontade de ler :DD

    Beijos :*
    boa semana
    japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ágata!

    Eu sempre quis ler esse livro mas como já assisti ao filme, eu meio que me desanimei. Adorei sua resenha e me fez até ficar curiosa porque, afinal, o livro é sempre melhor que o filme né? rs

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ágata!
    Tem uma tag pra você no meu blog! (:
    Beijos, amore!

    http://omundocoloridodanina.blogspot.com.br/2013/04/tag.html

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia a história, mas parece ser excelente.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu adoooro esse tipo de livro, disfarçado de infantil. Geralmente as histórias são lindas. Estou num projeto de ler um livro por mês lá no http://robertagimenes.com/ e esse já entrou para a lista.

    Você quem fez seu layout? Eu amei, você trabalha com esse tipo de serviço?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. A história é mesmo linda, eu infelizmente já assisti o filme, e não tive a oportunidade de ler antes o livro, mas isso não irá me desistimular, com sua resenha, minnha curiosidade a respeito do livro, só aumentou!
    bjs :)
    minhaspequenasverdades.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro e vendo os comentários não sabia que também que tinha filme. Pra mim parece mesmo um livro infantil e dificilmente eu leria, mas com você falando que gostou tanto eu fiquei curiosa.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  15. O livro é otimo no começo não estava gostando, mas depois do segundo capitulo vc embarca em uma viagem maravilhosa... o final foi muito emocionante. O livro é bem melhor que o filme igual "O menino de pijama listrado".

    ResponderExcluir